sexta-feira, 12 de abril de 2013

Deixa a vida me levar



Uma das coisas que me impressiona é a tendência que grande parte dos cristãos têm, de interpretar as coisas sempre pelo sentido mais sombrio. A maneira mais pesada e cruel de interpretar a Bíblia é sempre vista como  "a maneira de Deus."  Se existe uma forma mais branda de entender um texto, ela só pode vir do Diabo.

Particularmente gosto muito dos sambas do Zeca Pagodinho, mas não foram poucas as vezes que vi cristãos corrigindo quem canta essa famosa música: 

Deixa a Vida me Levar

Eu já passei
Por quase tudo nessa vida
Em matéria de guarida
Espero ainda a minha vez
(a vida não está boa, irmão? Vai reclamar contra Deus?)
Confesso que sou
De origem pobre
Mas meu coração é nobre
(não há nada de nobre em nós! Somos pecadores e temos que viver nos amaldiçoando)
Foi assim que Deus me fez...
(ah, a culpa é de Deus!? Você não reconhece seus pecados?)
E deixa a vida me levar
(Como assim? O servo do Senhor não é "levado pela vida"! Quem dirige nossos passos é Deus! Crente não entra nessa de "deixa a vida me levar"!)
(Vida leva eu!)
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu...
Só posso levantar
As mãos pro céu
Agradecer e ser fiel
Ao destino que Deus me deu
(Acreditar em destino é eximir-se de responsabilidade. Daqui a pouco você vai estar acreditando em horóscopo. Pare com isso, irmão!)
Se não tenho tudo que preciso
Com o que tenho, vivo
De mansinho lá vou eu...

(Mentira do Diabo! Deus te deu tudo o que você precisa, seu ingrato!)
Se a coisa não sai
Do jeito que eu quero
Também não me desespero
O negócio é deixar rolar
E aos trancos e barrancos
(trancos e barrancos? Crente anda é de vitória em vitória. Quem vive aos trancos e barrancos são os perdidos)
Lá vou eu!
E sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu...
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!) ...

Parece brincadeira  mas nada do que eu disse aqui é exagero. Esses dias mesmo, no Facebook, um pastor me advertiu contra essa coisa de "deixa a vida me levar" .   Eu Postei a frase "Sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu", aí o pastor comentou:  “Só não deixa a vida te levar não, irmã!".   Então, para “tranqüiliza-lo”, tive que explicar:  “a não ser que eu deixe a Vida, com  letra maiúscula, me levar, né?”  Aí ele disse, aliviado: “ah sim!”   

Por quê será que, ao ouvir uma canção, a última coisa que vem à cabeça de algumas pessoas é o bem? Por quê, entre tantas possibilidades de interpretação, ele preferiu entender que o autor louvava um modo irresponsável de encarar a vida? Por quê nem de longe lhe passou pela cabeça que alguém poderia cantar essa música pensando no Autor da Vida e pedindo para ser guiado pelos caminhos da Vida, não pelos caminhos da morte? 

Por quê não podemos ver bênção em tudo? Por quê não podemos interpretar as coisas de forma benigna e divertida?   Por quê toda vez que uma afirmativa comporta mais de uma interpretação, os cristãos acreditam que a interpretação "de Deus" tem que ser sempre a mais pesada, mais difícil, mais mal-humorada?

Por quê, ao invés de ver Deus em tudo, as pessoas tem mais facilidade em ver Diabo em tudo?

O que estão ensinando por aí? Quais vícios mentais nos impedem de entender a Bíblia com mais  leveza e graça?  Em qual momento perdemos essa capacidade, essa singeleza? De onde veio esse azedume?

Para terminar, peço que você apenas reflita nesse dois textos bíblicos:

"Mas se os seus olhos forem maus, todo o seu corpo será cheio de trevas. Portanto, se a luz que está dentro de você são trevas, que tremendas trevas são!"  Mateus 6:23

"Para os puros, todas as coisas são puras; mas para os impuros e descrentes, nada é puro. De fato, tanto a mente como a consciência deles estão corrompidas."  Tito 1:15

Cristina Faraon

Nenhum comentário: