sábado, 20 de dezembro de 2008

O peso da prece católica

Esses dias recebi o e-mail de uma amiga preocupada com a notícia de que um grupo de católicos estava se reunindo para rezar o terço pela conversão ao catolicismo da famosa cantora evangélica Ana Paula Valadão (leia o texto). Ela queria saber minha opinião a respeito:

"Cris.......Me explica o que vc acha disto quero o teu exemplo....... Gosto das tuas explicações...."

Minha resposta segue abaixo:

"Querida amiga:

Em primeiro lugar quero agradecer a confiança que você deposita em mim.

Segundo lugar:

Gosto de um monte de coisas do Diante do Trono e também detesto um monte de coisas do Diante do Trono. Eu não iria a um shou deles nem que me pagassem, mas ouço alguns CDs.

Eles são são servos de Deus, tem virtudes e defeitos, assim como eu. Ana Paula Valadão tem um dom maravilhoso, pisa na bola de vez em quando... assim como eu. E assim como todos nós, devemos todos os dias nos converter. Sendo assim, nada mais justo do que orar pela conversão dela. Todos os dias temos coisas de que nos arrepender até que Cristo seja formado em nós. Até que alcancemos a estatura de varões perfeitos. Somos destinados a isto.

Terceiro lugar

Quantas vezes os evangélicos já se reuniram para orar pela conversão de um padre ou um católico qualquer? Acho que várias vezes. Se não fizeram, deveriam fazer. Acho um ato louvável pela boa intenção em si. Claro que é tolice orarem para que ela se converta ao catolicismo. Ela não precisa do catolicismo porque nem catolicismo nem "evangelicismo" melhoram a vida de ninguém. Jesus é que é a luz que vinda ao mundo ilumina todo homem. As pessoas só precisam de Jesus!

Quarto lugar

De qualquer modo entendo o seguinte: só pode resultar em benefício o gesto desses católicos que carinhosamente se reunem (mesmo equivocados) em nome de Jesus com a intenção de abençoar a vida da Ana Paula. Que mal adviria desse gesto? Católicos se reunindo em nome de Jesus... E será que Jesus não os ama e não se aproximará deles amorosamente? E não lhes dirá ao coração palavras de verdade, de esclarecimento, de amor? O Jesus que eu conheço faz isso sim. Ele não vira as costas a ninguém que chama por ele, principalmente quando não está pensando em seus próprios interesses, mas está intercedendo por outra pessoa:

"- Senhor, converte a Ana Paula Valadão! Aquela Evangélica canta tão bonitinho mas está tão equivocada!"

rsrsrs Acho que Jesus até riria disso porque só ele sabe realmente quem está equivocado. Como somos tolos em nossas presunções!

Quinto lugar:

A própria Ana Paula será abençoada sim. Porque ela precisa de conversão. É como eu disse: todos precisamos de coversão diária. Os católicos estão pedindo que ela se converta ao catolicismo? Acho tolice. Mas o que é que a Palavra de Deus diz? Ela diz que nenhum de nós sabe orar como convém! Nem os católicos sabem, nem nós. Nós também oramos besteira de vez em quando ou "de vez em sempre" mas o Espírito Santo intercede por nós com gemidos inexprimíveis!

Sabe, ninguém que se aproxima de Jesus com boa intenção sairá sem a bênção. Eu li o artigo e concordei com as coisas que a Ana Paula disse. Não há motivo nenhum para preocupação. Ou será que não confiamos na obra sutil e poderosa do Espírito Santo? Quando ele quer agir, ninguém segura. E te digo mais: quando ele está agindo, geralmente a gente não entende.

Beijos.

Cristina"

Nenhum comentário: