quarta-feira, 28 de março de 2007

O QUE SÃO ESTAÇÕES DO CAMINHO?

É um lugar de encontro...
Encontro da “VIDA COM SABOR DE GRAÇA E DA GRAÇA COM SABOR DE VIDA”
Encontro de pessoas com pessoas.Encontro de pessoas consigo mesmas.
Encontro de pessoas com a simplicidade do EVANGELHO DA GRAÇA.
Encontro de pessoas que desejam ser, nada alem de DISCIPULOS DE JESUS, e viverem com responsabilidade o EVANGELHO DA GRAÇA.
No CAMINHO DA GRAÇA, onde estes encontros acontecem, acontecem outros tantos encontros que determinam toda a dinâmica e a razão de existir DO CAMINHO.
No CAMINHO DA GRAÇA, os encontros são embriões de possíveis e bem-vindas amizades que podem prosperar para amizades espirituais tão raras e tão necessárias.
No CAMINHO DA GRAÇA, os encontros são informais, leves, ecléticos, interativos, pois, entendemos que este é um ambiente favorável para se estabelecer novos vínculos de afeição, amor, comunhão e amizades.
No CAMINHO DA GRAÇA, os caminhantes são encorajados a, em entendo O EVANGELHO, segundo suas próprias consciências e submissas ao Espírito Santo, viverem o EVANGELHO DA GRAÇA na sua plenitude e voltarem a ser pessoas normais, isto é, ser gente como gente deve ser. Serem humanos, pois, quando Deus desejou se aproximar de nós, SE HUMANIZOU.
No CAMINHO DA GRAÇA somos estimulados a, se tivermos que radicalizar em algo, RADICALIZAREMOS NA GRAÇA, no amor, no perdão, na paciência, na confiança, no acolhimento irrestrito para com todos, que desejam conhecer ou reconhecer a fé cristã como a fé a ser abraçada.
No CAMINHO DA GRAÇA, todos, descobrimos que o lugar mais seguro para se estar no universo é debaixo da CRUZ DE CRISTO e somos encorajados a correr para lá todo tempo, o tempo todo. E ali, aos pés da Cruz, vamos nos transformando até que cheguemos à ESTATURA DA PLENITUDE DE CRISTO, nos parecendo cada vez mais com Ele, que é o propósito final de Deus em nós.
No CAMINHO DA GRAÇA temos nos reencontrado e reconhecido A PRESENÇA DE DEUS para alem dos estereotipos religiosos, padrões religiosos, tradições religiosas, estruturas e instituições religiosas. Temos descoberto que Deus não é propriedade de nenhuma religião, pois ele é livre e soberano.

POR BREGANTIM

Nenhum comentário: